O Trabalho do Intercomitê de Preconceitos e Racismo da IPA:
Como chegamos aqui e como seguir em frente.

Sexta-feira, 25 de junho: 16.00h17.30-XNUMXhXNUMX (Londres)





 O Intercomitê de Preconceitos e Racismo apresenta o trabalho que desenvolvemos ao longo de nosso mandato. No ano passado, nos dedicamos ao estudo dessas questões difíceis. Discutimos a existência de racismo estrutural em nossas organizações e os esforços que temos feito para examiná-lo. Discutimos as resistências que encontramos no decorrer de nosso trabalho e sua relevância para abordar o racismo estrutural em nossas instituições. Oferecemos um intercâmbio com os participantes do webinar IPA para pensarmos juntos sobre este desafio que enfrentamos.





Marco Posadas é candidato a doutorado na Smith College School for Social Work. Atualmente exerce a prática clínica em Psicoterapia, Psicanálise, Supervisão Clínica e Consulta e é o atual Presidente do Comitê de Estudos de Gênero e Diversidade Sexual da International Psychoanalytic Association. Marco também é professor na Sociedade e Instituto Psicanalítico de Toronto, no Instituto de Terapia em Berkeley e na Universidad Nacional Autonoma de Mexico, onde ensina, supervisiona a prática clínica com populações LGBTQ.

Dra. Carine Minne é psicanalista na British Society e membro do Royal College of Psychiatrists do Reino Unido. Ela é presidente do Comitê de Violência da IPA. Ela se formou como psiquiatra forense e psicoterapeuta, reunindo essas especialidades em seu posto como psiquiatra consultora na Clínica Portman, (Tavistock & Portman NHS F Trust) e Broadmoor High Security Hospital (West London NHS Trust). Ela é presidente da Associação Internacional de Psicoterapia Forense e co-editora-chefe do International Journal of Forensic Psychotherapy. Seu foco nos últimos 25 anos tem sido principalmente fornecer tratamentos psicanalíticos para pacientes que agiram violentamente ou são perturbados por comportamentos sexualizados, em hospitais seguros, prisões e dentro da comunidade, bem como fornecer consultas aos funcionários que trabalham nesses locais. Ela publicou artigos e capítulos de livros sobre a compreensão psicanalítica da violência e dos transtornos mentais e tem livros em andamento. 

Paola Amendoeira é psicóloga e psicanalista pela International Psychoanalytic Association. É especialista em Saúde Mental da Criança e do Adolescente pelo Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ela é atualmente membro do Subcomitê da IPA para as Nações Unidas e membro do Comitê Intercomitê de Preconceitos e Racismo. Paola atua como psicoterapeuta e psicanalista de crianças, jovens e adultos. Paola é Psicanalista da Sociedade Psicanalítica de Brasília (SPB / Br) e membro docente do Instituto Virgínia Leone Bicudo do SPB / Br. Ela também integra a equipe de trabalho da Diretoria de Comunidade e Cultura da Febrapsi.

Paula L. Ellman, Ph.D., ABPP. é analista de treinamento e supervisão na Contemporary Freudian Society, Washington DC e no Washington Baltimore Center for Psychoanalysis. Ela é Presidente Geral do Comitê de Mulheres e Psicanálise da IPA e Presidente do Grupo de Trabalho Intercomitê sobre Preconceito e Raça da IPA. Ela faz parte do Conselho Editorial do International Journal of Psychoanalysis e é membro do Conselho da North America Psychoanalytic Confederation (NAPsaC). Ela é professora visitante no Projeto Sino-Americano de Treinamento Contínuo para o Hospital de Psicoterapia de Wuhan, Wuhan China. Ela escreveu e apresentou nas áreas de fantasia inconsciente, sadomasoquismo, psicologia feminina, encenação e terror. Publicações recentes incluem: Finding Inconscious Fantasy in Narrative, Trauma, and Body Pain: A Clinical Guide (com N. Goodman, Routledge, 2017) e The Courage to Fight Violence against Women: Psychoanalytic and Multidisciplinary Perspectives (with N. Goodman, Karnac, 2017). Ela tem um consultório particular em psicoterapia e psicanálise em North Bethesda, Maryland.