Cartografias do inconsciente: Um novo Atlas para a psicanálise

EDITADO POR LORENA PRETA | Introdução por Stefano Bolognini

BREVE SINOPSE
É difícil pensar o psiquismo como algo que pode ser catalogado e que por si só é desconhecido do subconsciente como um território que pode ser “cartografado”, atribuindo espaços claramente definidos e traçando um mapa. No entanto, sabemos que qualquer mapa geográfico além de representar lugares e posições é a indicação de possíveis rotas que permitem inúmeras opções. Facilitando as relações entre diferentes países e culturas, é concebível mapear a psique a partir de suas interconexões e interferências. A imagem de um atlas contribui para a evocação do desejo de explorar que deve caracterizar a difusão da psicanálise em todo o mundo, mas também a necessidade de manter, no processo contínuo de redefinição e mudança, as coordenadas que norteiam nossa discussão.


EDITOR Mimesis Internacional

ANO PUBLICADO Julho 2016 

AUTOR BIO
Lorena Preta é psicanalista, membro titular da SPI (Sociedade Psicanalítica Italiana) e IPA (International Psychoanalytical Association). Diretor do Grupo Internacional de Pesquisa: Geografias da Psicanálise. Ex-editor-chefe da revista Psyche 2001-2009. Consultor científico e diretor por muitos anos do Spoletoscienza (Ciência e cultura no Festival de Dois Mundos em Spoleto). Ela é autora de várias publicações, incluindo: Immagini e metafore della scienza (1993); Nuove geometrie della mente (1999); La brutalità delle cose. Trasformazioni psichiche della realtà (2015); Geografias da Psicanálise / Encontros entre culturas em Teerã (2015).